terça-feira, 31 de março de 2009

Sensação de vazio...

A pouco e pouco as coisas estão a ir ao seu lugar...

O Curso já terminou.... embora o assunto ainda não esteja todo arrumado porque faltam os certificados. O Trabalho vai decorrendo como pode, mas devo realçar que estou a gostar bastante... O meu Pai vai recuperando aos poucos e tem conseguido manter-se sempre activo... Só falta mesmo o P. começar a trabalhar... Esperemos que o processo de candidatura que está a decorrer siga o melhor rumo!

Mas então porque é que sinto esta sensação de vazio... de estar sempre a fazer aquilo que não me apetece e que aquilo que verdadeiramente me apetecia fazer não posso!

Apetecia-me ir viajar sozinha.... Apetecia-me estar uma noite inteira a ver as minhas séries favoritas na televisão... Apetecia-me estar dois dias inteiros sem despir o pijama.... Apetecia-me juntar o meu grupo de amigas dos tempos da faculdade para recordar os velhos tempos... sem homens! Apetecia-me estar um fim de semana inteiro emcasa do meu Pai a separar as coisas da minha Mãe... Apetecia-me ir ao cinema ver um filme lamechas e encharcar-me de pipocas...

Porquê? Porquê?

Porque é que só nos apetece fazer as coisas que não podemos... Afinal não peço assim tanto...

sexta-feira, 27 de março de 2009

Sexto Andar

Uma canção passou no rádio
E quando o seu sentido
Se parecia apagar
Nos ponteiros do relógio
Encontrou num sexto andar
Alguém que julgou
Que era para si
Em particular
Que a canção estava a falar

E quando a canção morreu
Na frágil onda do ar
Ninguém soube que ela deu
O que ninguém
Estava lá para dar
Um sopro um calafrio
Raio de sol num refrão
Um nexo enchendo o vazio
Tudo isso veio
Numa simples canção

Uma canção passou no rádio
Habitou um sexto andar


Esta canção faz-me sempre chorar... faz-me lembrar o ano que passou, que só trouxe más notícias... e que eu passava o tempo a ouvir rádio, sentindo-me profundamente triste....

Depois fui ouvir os Clã ao vivo no dia em que saí do hospital...

quinta-feira, 26 de março de 2009

Amor Incondicional

Em Janeiro passado trouxemos um cão do canil para casa!



No início até pensámos que seria um labrador... mas as semanas foram passando e já percebemos que não passa de um rafeirozinho!



Não faz mal!
Hoje, passados 2 meses, o cão arranjou um "apartamento" no nosso coração!!!

Passamos os dias em função dele!!! As horas deixaram de ser nossas para serem: horas de comer do cão, horas de levar o cão a passear...

O "Avô" fica completamente derretido com o Scot e com as maluqueiras que ele ainda faz! Porque, embora ainda só tenha 3 meses, já tem tamanho de cão normal, mas continua a fazer os disparates de cachorro!!!

Mas o que mais gosto no facto de ter um cachorrinho é aquele amor incondicional que temos dele! A felicidade dele quando nos vê! A procura incessante do nosso colo! E por mais que lhe ralhemos, acaba sempre a lamber-nos as mãos (e tudo mais o que deixarmos!!!).

Hoje o Scot vai levar a ultima das vacinas iniciais! Vai poder começar a passear connosco para todo lado!

Boa sorte Scot, para entrares em mais uma fase da tua vida!!!!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Arrumar as coisas

Ontem ao jantar lembrei-me de ti... como sempre.... lembro-me de ti por tudo e por nada!

Mas ontem a recordação foi diferente... foi como se nada do que passamos no final do ano passado tivesse acontecido... tudo estava envolto em névoa... e a sensação de que tinhas morrido não existia...

É desta maneira que eu quero que seja! Não é que queira esquecer tudo o que aconteceu, mas prefiro não me lembrar que aconteceu... dói menos...

O almoço de Domingo teve esse efeito benéfico... ajudou a espantar fantasmas! E agora parece que tudo volta à relativa normalidade!

Relativa normalidade porque ainda faltam uns pormenores por cumprir: emprego para o marido (parece que están bom Caminho), arrumar as tuas coisas em casa do Pai (continuo a não achar normal dizer Casa do Pai!), trazer a tua máquina de costura para casa e começar a arranjar a tua roupa para eu vestir e transitir uma relativa normalidade à vida do Pai!

Entretanto fica a dica: o teu grupo de teatro vai estrear a peça no dia 1 de Maio!

Aparece por lá!

segunda-feira, 23 de março de 2009

O Almoço de Família...

Afinal houve festa!

Na semana passada perguntei ao meu Pai se ele queria fazer um almoço com a família que esteve mais próxima de nós, nos últimos tempos, de forma a agradecer todo o apoio que nos deram e ao mesmo tempo comemorarmos o aniversário da minha Mãe.

Ele adorou a ideia, mas pediu-me que fosse em casa dele (ou deles, ainda não sei como lhe chamar...), no Domingo, porque antes não podia... Mais tarde informou-me de quem tinha convidado.... 18 pessoas!!!!

Tudo bem, não há problema (afinal vieram só 14), é só preciso encontrar uma comida que fique pronta de véspera!!

Foi então que me lembrei de fazer o Arroz de Galinha com Passas que a minha Mãe sempre fez para levar para todo lado e que toda gente adorava!!! Só era preciso que saísse bem, porque eu nunca o tinha feito antes!!!!!

No fim de contas, só digo que o dia correu lindamente, o almoço estava óptimo, o meu Arroz Doce estava divinal e toda gente adorou.

Mas adorou não só almoço mas principalmente a reunião... todos estavamos com vontade de estarmos uns com os outros, de falarmos da minha Mãe....

Só mesmo meu marido é que acha que isto é lamechice demais!

O balanço foi muito positivo e, principalmente, o meu Pai estava feliz! E eu senti-me muito a "dona da casa"!!! espero ter cumprido o meu papel e que a minha Mãe estaja orgulhosa do que eu fiz! Acho que fui mesmo uma "Mulherzinha"!!!!

quinta-feira, 19 de março de 2009

Dia de Festa...

Hoje o dia seria de festa... Festa de arromba: Dia do Pai, mas Dia da Minha Mãe, com Dia da minha cidade....


Era sempre um dia cheio de coisas, para além do tradicional dia do Pai, havia sempre a festa de aniversário da minha Mãe! Era complicado porque embora fosse feriado municipal em Santarém, o meu Pai trabalhava sempre no som nesse dia e a minha Mãe tinha sempre espectáculo no coro onde cantava (e onde eu também cantei) porque a orquestra tinha nesse mesmo dia o seu aniverário....


Para além disso junta-se a tradicional festa de S. José que a colectividade do meu irmão promove todos os anos...


Era demais... quando nós trabalhávamos fora, era tremendo, porque chegavamos antes de jantar e tínhamos que correr para chegar a todos...


Hoje, as coisas são mais complicadas. A vontade de estar junto de todos émuito grande, mas ao mesmo tempo preciso do meu espaço...


Não sabendo como irei gerir o dia de hoje, uma coisa é certa: vou ao cemitério sozinha...





Mas para ti Mãe, um beijinho muito,muito , muito grande, com um aperto no coração...

quarta-feira, 18 de março de 2009

Solidão

Isto hoje não está a correr nada bem...

Mais uma desbafo para dizer que me sinto muito sozinha...

Afinal a minha angústia da briga de ontem, também me diz que o que eu queria era companhia para os meus tempos, para os meus sentimentos... e afinal apercebo-me que estou cada vez mais sozinha e mais afastada do meu marido...

Já vou perdendo a paciência para as conversas dele, já partilhamos muito menos coisas, e eu tenho cada vez mais vontade de fazer outras coisas sem ele, sair, estar em casa, ou qq outra coisa, mas sem a companhia dele...

Mas depois também não tenho mais companhia nenhuma... e depois sinto-me sozinha....

Passo os dias a ansiar os 2 únicos momentos em que estou sozinha... a ida e vinda do trabalho!

Sinto-me cada vez mais vazia....

Desabafos

Hoje já não preciso de desabafar tanto, porque já tive a deitar muita coisa para fora com as minhas colegas... Isto de maridos é complicado de gerir!!!

E para mais quando começa a faltar o dinheiro.... e este mês as coisas para o meu lado complicaram-se pois com as propinas, a mensalidade do carro, a revisão do carro ... 'tá apertado...

Mas mais uma vez passei uma noite numa cama larga... nova briga ontem à noite, por causa da roupa por passar a ferro!

Mas não quero falar mais nisso... Mas é verdade, lá por chegar a Primavera, o problemas não vão embora!

terça-feira, 17 de março de 2009

Más notícias

Soube hoje, através do Blog Dias Úteis do pedro Ribeiro, que o actor António Feio sofre de Câncro no pâncreas....

Realmente cada vez vejo mais injustiça nesta doença... depois dela ter ceifado a vida da minha mãe...

Não quero com isto dizer que o mesmo irá acontecer ao António Feio. Espero que sinceramente ele consiga dar-lhe a volta. Acredito que ele tem a força suficiente para lhe fazer frente e conseguir equilibrar-se no fio da navalha!

Mas o que queria dizer é que, quando existe tanta gente a sobre deste tipo de doença oncológica, não existe muita informação sobre ela. Está muito mais divugado os efeitos e tratamento de cancros de peito, do estômago, de leucemia, etc...

Procurei ajuda em quase todos os institutos oncológicos portugueses e espanhóis e nada me foi esclarecido...

Espero do fundo do coração que o António consiga ter mais sucesso nesta busca incessante de encontrar uma nova forma de vida...

Mais uma etapa concluída

Uma das coisasque deixei pendentes desde Agosto do ano passado, terminou ontem...

Finalmente defendi o meu trabalho final da Pós-Graduação que estava a tirar.

Não posso dizer que me sinta aliviada, porque o trabalho ficou bastante longe daquilo que gostaria de ter feito, mas pelo menos concluí a etapa (coisa que devo confessar já não sabia se conseguia....)

Ainda assim, recebi as congratulações dos meus professores (também a sua compreensão!!!)

Também o meu marido esteve ao meu lado... embora tivesse sido ele um dos maiores críticos do meu trabalho, pois queria que eu fizesse um pouco melhor...

Mas finalmente acabou, e agora vou poder dedicar-me mais ao meu emprego e à minha vida pessoal...

sexta-feira, 13 de março de 2009

As imagens que tenho na memória...

De tudo o que me custa mais é o desgosto do meu Pai.

Ele hoje ligou-me... queria apenas saber de mim... no fundo queria dizer que esta semana lhe correu pior... ais lembranças, mais apatia, mais dor... É que está a chegar o dia em que ela fazia anos e inevitavelmente a lembrança é mais dolorosa.

Nos últimos dias também eu tenho estado um pouquinho mais melancólica... Não há dia que passe sem que eu me lembre das alturas mais difíceis que passámos com a minha Mãe, e depois choro muito...

Lembro-me muitas vezes da altura em que lhe dissemos que a íamos levar para o hospital... Foi a única vez que vi a minha Mãe chorar em toda a doença... e chorou muito... e o meu Pai agarrou-se a ela a chorar também.

Depois lembro-me de um dos dias em que chegamos ao hospital e ela não estava na cama... estava sentada no cadeirão porque se sentia melhor... e novamente o meu Pai se agarrou a ela a chorar e a dar-lhe beijinhos, tão contente que ficou...

Dava tudo para realmente acreditar que ela agora é uma estrelinha no céu a olhar por nós!

terça-feira, 10 de março de 2009

Faltam 12 dias para a Primavera!

Desde o fim de semana que o sol voltou a brilhar com toda a força!

Quando saio do emprego ainda é de dia, mas ainda falta um bocadinho para os dias começarem a ser realmente "bacanos"!!!

Sem dúvida que o facto do clima estar como está, melhora em muito o nosso humor... Lá em casa as coisas melhoraram um bocadinho, mas confesso que eu continuo saturada. Por isso evito as discussões ao máximo... repito constantemente: "...é como tu quiseres...".

Sei que este tipo de atitude não traz nada de bom... Eu continuo a acumular mau humor que não passa, as coisas não são faladas o suficiente para ficarem resolvidas, e mais tarde ou mais cedo a situação explode.... Mas o que é que eu faço?

Mas faltam 12 dias para a Primavera e vamos lá fingir que nessa altura tudo se vai resolver... todos os problemas!!!

sábado, 7 de março de 2009

A cama hoje era tão grande....

Desde há um ano e meio para cá que as discussões com o marido têm sido frequentes...



Obviamente que desde Dezembro passado acalmaram um bocadinho. Ele percebeu que a minha dor era difícil de suportar, quanto mais ainda com discussões à mistura... Também ele próprio acalmou desde que largou o emprego.



Entretanto eu comecei a trabalhar e isso também permitiu abrandar o nível das discusões uma vez que um dos temas foi eliminado: eu arranjei emprego....



Mas ontem voltámos ao mesmo, por uma daquelas razões sem sentido nenhum: o momento em que e deve mudar a roupa da cama.....!!!!



Ora bem: a situação acho eu que é esta: ele está a ficar saturado de estar em casa (passa os dias na internet, já não suporta as porcarias que o cão faz, e desespera porque não consegue arranjar emprego) e ... não admite nada disto; eu estou farta de que estando a trabalhar, continue a ser eu a levantar mais cedo e tratar do cão, a chegar a casa e nem ter o jantar descongelado e ainda ter de o ir fazer (ou seja temos jantado para lá das 9h da noite), a ter de à noite passar a ferro e lembar-me de por a máquina a lavar ou estender roupa, a chegar ao fim de semana e ter de passar um dia inteiro em limpezas....

Estou esgotada e ainda tenho que preparar a apresentação para defesa do meu trabalho final da pós-graduação... e o que é que ele inventa: convidou os primos para virem cá jantar.... Quem é que faz o jantar? ....EU!

Porra! Tá difícil de aguentar.... Pelo menos eu quando estava desempregada fazia as coisas de forma a que quando ele estava em casa eu tinha todo o tempo para ele... para passearmos ao fim de semana, ou sairmos à noite.... Assim, não dá!

sexta-feira, 6 de março de 2009

Summer of 69

Isto não é um desabafo, é uma partilha de uma boa sensação!!!

Quem, como eu, estava a ouvir o Programa da manhã da Rádio Comercial, do Pedro Ribeiro, às 8.15h, ouviu as músicas pra sonhar!!!!

A musica de hoje foi: Summer of 69 do Brian Adams!

Loucura no meu carro: música em altos berros (bem acima dos decidéis admitidos por lei!) e dancei! Sim dancei a conduzir!!!!!!!!

Mas soube muito bem.... lembrar não as coisas más, mas os bons momentos já vividos ao som daquela música! O meu verão de 69 foi talvez em 86 ou 87, na Praia da Areia Branca, e deixámos o meu Pai com uma dor de cabeça monstra porque todo o dia tocava Brian Adams!!!!

Bons tempos esses em que passávamos 3 meses acampados no Parque de Campismo...

quinta-feira, 5 de março de 2009

Os dias passam, mas o tempo não chega...

Há mais de uma semana que não escrevo aqui!

No trabalho, o tempo não chega para nada e o chefe está sempre a pedir mais. E eu também quero fazer mais...

Em casa, o marido, o cão e o Pai precisam da minha dedicação. (E eu da deles...)

Entretanto uma viagem ao Norte do País para visitar amigos e recuperar forças... matar saudades dos sítios favoritos... (como diz o outro... já fuitão feliz aqui!!!)

Mas fez entretanto 3 meses desde que partiste... continua a doer muito. Se calhar mais do que na altura....

Vou terminar o que tenho para fazer, para depois vir desabafar...

Até logo