Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

Paranóias de saúde!

Não devo ser caso único, mas a verdade é que enquanto não fazemos aqueles exames que o Médico nos recomendou, achamos que está tudo bem connosco... que as mazelas são só sinais da PDI (p..... da idade!)

Mas depois.... os resultados dos exames não são aquilo que estávamos à espera e o nosso mundo cai de repente!!! E de uma coisinha pequenina, fazemos um filme tremendo!

Foi o que me aconteceu!

Pensei fazer um check-up geral, agora que estamos regressados de vez de África, e apenas estava a pensar num pequeno desarranjo das minhas tripas e nas pequenas dores no joelho e no tornozelo (aquela que não me deixou terminar o Caminho de Santiago). Coisas que achava terem a ver com a idade e com a má alimentação que pratiquei durante anos!!

Foi por isso um choque muito grande quando ao fim dos primeiros exames (mamografia e eco-mamária) me é dito que tenho uma enormidade de quistos no peito com uma densidade muito acima do recomendável!

E o meu mundo desabou! De repente já sinto muitos mais sint…

As linhas com que me coso

A minha experiência profissional, tendo em conta que já trabalho há 19 anos, tem sido de uma diversidade incrível.
Como secretária (ou assistente executiva como agora é politicamente correcto chamar) sempre fiz um pouco de tudo. Na Câmara deu para ficar a conhecer um pouco de todo o trabalho que uma autarquia faz. No Ministério fiquei com a consciência de que o nosso estado é só burocracia mesmo!!! Na empresa de formação profissional fiquei a conhecer todo o processo administrativo e pedagógico da formação, e que mundo era aquele!! Na imobiliária, deu para conhecer licenciamentos, lei fiscal, registos civis e prediais, etc, etc... Na associação de gestão de lixos, bem aí, aprendi e muito!
Foi nessa altura que iniciei a minha carreira nos Recursos Humanos! Fui contratada para fazer a coordenação entre a associação e a empresa prestadora de SHST, formação que tinha acabado de tirar, mas a reboque fiquei com os RH, pois ninguém tinha paciência para essa área, e já ia tento funcionários …

Macaquinhos na cabeça

Ontem iniciei a ronda de exames clínicos que me foram prescritos para fazer um checkup geral, tendo em conta que passei 3 anos em Angola, e sinceramente, acho que não vim de lá muito bem....

Para além das queixas que trouxe (intestinos, fígado, mazelas musculares, etc...) obviamente que tendo em conta a idade que tenho, se juntaram mais uns quantos exames, nomeadamente a tão falada mamografia, que todas as mulheres depois dos 40 devem fazer regularmente.

Pois... e os resultados não foram os melhores: múltiplos quistos em ambas as mamas, com aviso de pelo menos repetir o exame com mais regularidade....

O resultado  é perfeitamente vulgar, não tendo nada de extraordinário... só que a nossa cabecinha não para! Se é certo que o aparecimento de quistos não é invulgar, a verdade é que para mim foi uma surpresa muito grande! Não estava nada à espera, por faço a apalpação regularmente e nunca tinha dado por nada de mais, absolutamente nada!

Estou a tentar manter-me o mais calma possível, mas …

A vida já não é o que era....

Ou eu já não sou o que era....

Esta premissa tem-me feito pensar muito nos últimos tempos...

Sou uma pessoa muito, mas mesmo muito diferente do que já fui...

Já fui a pessoa mais entusiasmada que os meus amigos conheciam, já fui a pessoa mais apaixonada que podem imaginar (apaixonada pelas pessoas, pelas coisas, pelas ideias), já fui a pessoa mais positiva, já fui a pessoa mais pessimista, já fui tudo isso... e hoje não sou nada do que fui!

Aquilo que valorizo hoje em dia está muito longe do que fui em tempos.

Para mim das coisas que mais prazer me davam, era participar activamente em tudo o que pudessem imaginar... não me imaginava sem estar envolvida em 3 ou 4 associações, era a primeira em qualquer lado a promover iniciativas ou algo que deixasse as pessoas a pensarem e reflectirem. Bebia cultura com todo o entusiasmo, e viajar era o estado que me deixava feliz.

Hoje, só quero sossego nos meus dias.

Claro que gosto de estar com amigos, e de ir a "coisas", participar... em…

Voltei!! (again???)

Voltei ao meu País, à minha vida (sim, parece que durante 3 anos e uns meses vivi uma vida que não a minha!!!), às minhas dúvidas, aos meus anseios, às mesmas dificuldades, aos mesmo dias passados com frio, calor e impaciência!

Para trás ficaram os tempos de expatriada (emigrante, para ser mais exacta, embora em Angola se use este termo), onde passei por muitas dificuldades (no espaço de 60 dias tive um acidente, fui assaltada e apanhei malária!), mas onde fiz inúmeros Amigos (assim com "A" grande), que hoje ocupam mais espaço no meu coração do que muita família, e de quem dependo tanto como de água e tabaco!!!

E voltei ao blog... porque não há nada que ajude mais a escrita do que a solidão!!

Sim, no meu País, para onde quis voltar por causa das saudades e dos meus, a verdade é que me sinto muito mais sozinha!!

Em Angola, como dependemos mesmo muito uns dos outros (por questões de segurança não devemos andar sozinhos para lado nenhum!!), e porque sentimos falta de tudo e to…