terça-feira, 20 de março de 2012

Dia do Pai

Foi ontem, mas aqui fica o abraço que ultimanente tem sido mais vezes partilhado...

quinta-feira, 15 de março de 2012

...

Cheguei ao limite....


Ou melhor já o ultrapassei! Sei que neste momento a minha sanidade mental não está defiitivamente em condições...


Não, não é brincadeira! Estou efectivamente descompensada. Ou o que os psicólogos queiram chamar....


Sinto-me fisicamente estoirada, quando já tive outras alturas da minha vida em que o trabalho e a vida doméstica apertavam muito mais comigo...


Não devo estar a dormir em condições, pois a minha cabeça percorre todas as memórias e mais algumas antes de adormecer, e de manhã, quando acordo, parece que me passou um camião por cima e que não preguei olho a noite inteira...


Ninguém me pode dizer nada, tudo me deixa profundamente ofendida, magoada, incomodada....

Ando permanentemente com as lágrimas nos olhos.... e a minha vida já teve momentos bem mais tristes do que agora....

Sei que recentemente passei por coisas menos boas, mas noutras alturas já soube recuperar de outras bem piores....

Porque é que agora estou assim? E principalmente o que fazer...

Férias? para quê, para ficar em casa a bater com a cabeça nas paredes e a brigar com ele, porque ele não consegue perceber que de vez em quando as pessoas vão-se abaixo...

Mas acima de tudo não posso deixar transparecer nada para a Catarina.... ela não tem culpa nenhuma...