sábado, 7 de março de 2009

A cama hoje era tão grande....

Desde há um ano e meio para cá que as discussões com o marido têm sido frequentes...



Obviamente que desde Dezembro passado acalmaram um bocadinho. Ele percebeu que a minha dor era difícil de suportar, quanto mais ainda com discussões à mistura... Também ele próprio acalmou desde que largou o emprego.



Entretanto eu comecei a trabalhar e isso também permitiu abrandar o nível das discusões uma vez que um dos temas foi eliminado: eu arranjei emprego....



Mas ontem voltámos ao mesmo, por uma daquelas razões sem sentido nenhum: o momento em que e deve mudar a roupa da cama.....!!!!



Ora bem: a situação acho eu que é esta: ele está a ficar saturado de estar em casa (passa os dias na internet, já não suporta as porcarias que o cão faz, e desespera porque não consegue arranjar emprego) e ... não admite nada disto; eu estou farta de que estando a trabalhar, continue a ser eu a levantar mais cedo e tratar do cão, a chegar a casa e nem ter o jantar descongelado e ainda ter de o ir fazer (ou seja temos jantado para lá das 9h da noite), a ter de à noite passar a ferro e lembar-me de por a máquina a lavar ou estender roupa, a chegar ao fim de semana e ter de passar um dia inteiro em limpezas....

Estou esgotada e ainda tenho que preparar a apresentação para defesa do meu trabalho final da pós-graduação... e o que é que ele inventa: convidou os primos para virem cá jantar.... Quem é que faz o jantar? ....EU!

Porra! Tá difícil de aguentar.... Pelo menos eu quando estava desempregada fazia as coisas de forma a que quando ele estava em casa eu tinha todo o tempo para ele... para passearmos ao fim de semana, ou sairmos à noite.... Assim, não dá!

Sem comentários:

Enviar um comentário