terça-feira, 25 de agosto de 2009

41º Aniversário

Do casamento dos meus pais...

Comemora-se ou não?

Telefono-lhe ou não?

Convido-o para jantar ou não?

Não sei...

Para ti, Mãe, deixo-te um beijinho grande, muito grande... se puder vou lá deixar-te um florinha... não dá para mais...

Mas em breve conto-te detalhadamente estes rebuliços todos... Vou lá e passo uma manhã inteira contigo a contar-te tudo sobre este princípio de gravidez...

Espero que me consigas transmitir a tua felicidade que eu acredito que sintas "aí em cima"...

Continua a olhar por nós!

6 comentários:

  1. Ai que as f´rias fazem tão mal..ando mesmo perdida deste mundo(da blogosfera)..
    Então é assim deixo para depois do dia 12-9 os parabens e afins..(felicidades, força, beijos, alegria...e ainda não digo nada da felicidade que sinto por si...agora não ...depois...

    E então que vim aqui fazer?

    Perguntar pelo aniversários dos papas claro!!!
    Correu bem?
    Foi visitar a sua mãe?Contou-lhe? de certeza que foi ela que deu um "empurrãozinho"(oh pá nada desses de mover cama..ahhh mente perversa a minha).
    Confio em que tudo vai correr bem, que a sua mãe estará a cuidar do netito lá do céu...

    E quanto ao seu pai..não opinei ontem..mas espero que tenha estado com ele..de certeza que foi um dia de muitas lembranças..e não devia ser passado sozinho..de certeza que ele também quis os seus momentos a sós com ela..para se lembrar..do bom e do mau..isso é o que faz um casamento...o estar juntos...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Palavras Perdidas!!!!!

    Que bom lê-la de novo!

    Ontem liguei ao meu Pai... já tinha jantado e não quis passar lá por casa... acho que queria mesmo ficar sozinho... Como ele tem conseguido manter-se muito à tona de tudo isto e tem tido bastante companhia todos os dias, achei que ele queria mesmo aqueles momentos a sós...

    Quanto ao resto, se ler uns posts maus atrás sobre o Caminho de Santiago vai perceber porque é que eu acho que a minha Mãe tem estado lá para mim...

    Entretanto, obrigado pelos pensamentos positivos!

    ResponderEliminar
  3. Fez este mês 12 anos que ela faleceu... andei num rebuliço tal que ainda não fui ao pé dela!:(
    Sinto-me em falta!

    :'-(

    ResponderEliminar
  4. E então, sempre contou à sua mãe? Se calhar ela já sabe e já a abençoou pela boa nova.

    ResponderEliminar
  5. Olá Sofia (?)

    Claro que ela já deverá saber... mas a visita à campa não correu muito bem...

    as palavras não saíram e a cabeça não conseguiu concentrar-se em nenhum assunto... eu estava esquisita...

    As coisas, embora estejam a entrar nos eixos, há assuntos que não nos deixam descansar... o meu marido sem trabalho é algo que simplesmente não me deixa dormir descansada...

    ResponderEliminar
  6. Antes de mais parabéns pela gravidez!

    Eu também já perdi a minha mãe e, de certa maneira, também o meu pai...
    Sempre lembrei e lembro as datas felizes. As tristes não, sei que ela partiu no início de Novembro mas nem quero saber o dia exacto. É um dia que não quero lembrar, ela faz-me falta todos os dias!

    Um beijo

    ResponderEliminar