quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Eis 2015

E eis que o novo ano começou....

Este é o ano em que não tenho nenhuma expectativa.... este é o ano em que se nada mudar, eu mudarei concerteza.... mas não irei mudar para melhor.... Será o ano em que se tudo se mantiver igual, cortarei amarras com todos, mas absolutamente todos aqueles que amo e que me amam....

Não consigo suportar mais esperanças de que as coisas melhorem.... fiz tudo o que estava ao meu alcance (e o que não estava também...), para que as coisas melhorassem, com ele, com a filha, com o pai, com o irmão.... e sinceramente não vejo melhoras, só pioras.... agora só o afastamento total.....

Não posso dizer que tenha sido o pior ano da minha vida, de forma alguma, pois foram dados passos muito importantes para alcançar a famigerada estabilidade.

Mas parece que quanto mais a procuramos e lutamos por ela, mais dificil se torna essa tarefa. E a conclusão é a já famosa frase: não és tu, sou eu.... só pode!!

Cheguei à recta da meta.... quando chegar ao fim, ou corro ou caio.... veremos...

Sem comentários:

Enviar um comentário