sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Eu sei que vocês sabem que eu sei que vocês sabem!

Este post, tal como o tíltulo indica, é dirigido a quem andu a meter o nariz onde não é chamado.

E essas pessoas sabem a quem me refiro.

Em tempos disse a essas mesmas pessoas que tinha um blog onde descarregava as minhas frustações, problemas e confissões...

Na altura, pensei eu, erradamente pelos vistos, essas pessoas respeitaram o facto de eu lhes ter dito que o blog era muito pessoal e que não divulgava o seu endereço, porque não era suposto ser lido por quem me conhecia.

Afinal, a falta de caracter dessas mesmas pessoas, não as impediu de virem bisbilhotar as minhas coisas, descobrir a morada, e ir ler de foi a pavio o que eu tinha escrito.

Sim, é verdade, que a curiosidade matou o gato, mas é irresistível...

O problema é que o que eu escrevo aqui é mesmo para desabafar e não para dizer...

Como é óbvio o meu pensamento não tem restrições e sou livre de ter as minhas opiniões, infundadas que sejam (ou talvez não!), tenho direito a pensar o que quero, quando e como quero!

Mas, porque há sempre um mas... o meu lema de vida é: "A minha liberdade termina onde começa a dos outros", esses mesmos pensamentos são só meus, não são para comentar com mais ninguém, e por isso mesmo que os "despejo" para aqui, para que não me fiquem a moer na cabeça. As únicas pessoas que têm direito a "vê-los", são vocês que não me conhecem pessoalmente, nem vão conhecer, porque o conceito do meu blog é esse mesmo.

É por tudo isto, que as pessoas que vieram coscuvilhar o que não deviam, devem ter ficado bastante incomodadas e a pensar cobras e lagartos de mim... Azar o delas!

Não retiro o que pensei e escrevi (era só o que me faltava!), se quiserem utilizar os neurónios e se o souberem fazer, vão meter a mão na consciência e perceber o que no fundo aqui estava escrito, porque a primeira leitura nunca é óbvia. Se não o quiserem ou souberem fazer, vão ficar ofendidas... magoadas... porque afinal eu coloquei em causa as suas certezas acerca do que é o mundo...

E essas pessoas saberão o que é o mundo lá fora? As experiências de vida que já tiveram chegarão para perceber a vida real? Longe de mim imaginar que eu o sei... todos os dias se percebe que a nossa ideia já tão trabalhada acerca do que quer que seja acaba completamene posta em causa perante uma qualquer nova situação que se nos depara!

E por isso que essas pessoas ao me deixarem um comentário anónimo em que me aconselhavam a ir ao Psiquiatra (deveriam querer dizer psicólogo!), esquecem-se que assim, eu mantenho a minha sanidade mental e consigo mais facilmente digerir as rasteiras que a vida me prega, coisa que nunca vi nenhuma delas conseguir fazer.... a começar pelo trabalho!

1 comentário:

  1. uiii eu vinha aqui deixar beijinhos.
    mas acho que precisa de abraços e muitas coisas mais..a blogosfera tem muito de bom e muito de mau..mas isso é porque as pessoas tb serão más "lá fora"
    Olhe C..nisso..sei que é dificil..doi sempre as más palavras de outro ser humano..mas para mantermos a nossa sanidade emntal por vezes o melhor é passar por cima

    beijinhos
    abraços
    miminhos

    ResponderEliminar