sexta-feira, 3 de abril de 2009

O Jantar de Pataniscas de Bacalhau

Consegui!!!!!!

Consegui fazer as Pataniscas de Bacalhau e ficaram óptimas!!!! (desculpa mas não tenho fotos para mostrar!!!)

Já eram 9h da noite quando acabei o jantar, mas valeu a pena! Para além de me sentir super orgulhosa por mais uma vez ter conseguido fazer uma coisa que habitualmente era a Mãe a fazer... mas também porque o maridão adorou o jantar!!!

Ontem quando dizia que não sabia fazer as pataniscas, não fiquei propriamente parada.... (só chorei um bocadinho!), depois pensei em ligar à prima da minha Mãe que tem mais mão prá cozinha (e que me matou as saudades das Papas de Milho, mas isso eu conto depois!), mas antes disso resolvi fazer a habitual pesquisa na Net e encontrei isto:

pataniscas de bacalhau à mamã
O bacalhau deve ser bom e bem curado, depois de demolhado deve ser bem desfiado, uma boa técnica é embrulhar os bocados de bacalhau, sem espinhas, num pano grosso e moe-lo ,bate-lo, enfim massacrá-lo. Corta-se cebola, alho e salsa bem cortadinhos e junta-se ao bacalhau numa gamela, separam-se e juntam-se seis gemas das claras que se reservam. Vai-se juntando farinha triga e amassando tudo com as mãos. Atenção às unhas que devem estar bem limpas! Esta mistura não pode ser muito liquida nem muito espessa e depende da quantidade de farinha. Deixa-se repousar uma hora. Enquanto o azeite aquece, batem-se as claras em castelo e juntam-se ao pome cuidadosamente para evitar de deslacem. Fritam- se, levando cuidadosamente o pome ao azeite quente numa colher de sopa. Dois minutos e retiram -se para um papel de enxugar gordura. Servem-se com arroz carolino de tomate malandrinho.
Depois foi só deitar as mãos à obra e pronto! Difícil, difícil foi fritá-las, a mão ainda não está habituada!!!
Mas Mãe: já sou capaz de fazer Pataniscas! Já estou uma "mulherzinha"!!!

1 comentário:

  1. olá,
    Vim parar aqui ao teu blogue por causa das pataniscas de bacalhau e parei e fiquei um bocado a ler-te. Estou sensibilizada.. Acredito que gostes muito da tua mãe, que sintas imensa falta dela, que sintas saudades dela... Mas deixa-a descansar....
    Ela está dentro de ti, nunca irá sair, mas deixa-a descansar.. e tu descansa também..
    Compreendo que tenhas necessidade de falar, no entanto já reflectiste sobre o sofrimento que vai dentro de ti quando escreves, não para nós(leitores) mas sim para ela???
    Tens que deixar o teu coração fazer esse luto tão necessário..
    Não é por estares sempre a "falar pra ela" que se vai tornar menos doloroso. Antes pelo contrário.
    Pensa na alegrias que lhe darás quando engravidares... No entanto digo-te com toda a honestidade, que enquanto não te libertares da tua mãe, tu propria não conseguirás sê-lo.
    Pensa bem:)
    Beijinhos
    Carla-2275@hotmail.com ( se precisares estou aqui)

    ResponderEliminar