terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O Diagnóstico

Ficámos a saber que a minha mãe estava doente por razões óbvias. Ela que de alguns anos para fazia 3 de mim de tão forte que estava, estava a perder pesoa um ritmo alucinante...
... É do stress dizia ela... É que estava para estrear uma peça de teatro onde ela participava e os ensaios eram todos as noites, e os nervos eram realmente muitos!
Mas não, nós também achavamos que não era só isso...
Finalmente resolveu-se a ir ao médico que lhe encontrou os diabetes a mais de 400! Alguma coisa estava a acontecer porque ela nunca tinha sido diabética...
Pouco mais tarde, com novos exames, o diagnóstico definitivo chegou: cancro na cabeça do pancreas!
O chão fugiu-nos debaixo dos pés, principalmente quando o nosso médico nos alertava para o facto de ela poder ter apenas 3 meses de vida...
O meu Pai chorava por tudo e por nada... E nós, eu o meu marido, o meu irmão e a mulher dele, sem saber muito bem como reagir, só dizíamos que era preciso ter calma e fazer o que houvesse para fazer.
E foi assim que esta odisseia ccomeçou... a partir desse dia as nossas vidas ficaram diferentes... muito diferentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário